domingo, 24 de outubro de 2010

Stray Cats - 10 de Março / 1990 - São Paulo. ( Projeto S.P )




Esse ano completa 25 exatos da primeira - e única visita - dos Stray Cats no Brasil ! É inacreditável como o tempo passa tão rápido ! Lembro desse dia histórico com detalhes ainda; as matérias e entrevistas com a banda que foram circulando nos jornais e TV, os momentos e expectativas antes da apresentação dos Cats... E a volta para casa depois com a certeza absoluta de ter visto o melhor show da minha vida ! E ainda continua sendo !! O Projeto SP - casa muito popular de espetáculos da época - foi o local escolhido para os dois shows em SP ( ainda rolou outro, no Rio de Janeiro ) e não tinha lugar melhor para isso na cidade: a casa tinha uma estrutura excelente e o local perfeito para um show de grande nível.




Eu tinha acabado de comprar o vinil "Blast Off" lançado oficialmente por aqui no final dos anos '80 ( disco da volta oficial da banda aos palcos e gravações ) e consegui com amigos e nas (poucas) lojas especializadas algumas outras gravações ( em fitinhas k-7 ) e outros álbuns dos Stray Cats. Fiquei realmente fanático pela banda !! E quando foi anunciado que ia rolar os shows em São Paulo em março de '90 bateu aquele desespero ! Na época tinha uns 15 anos e um trampo que pagava aquela miséria ! Um ano antes acabei perdendo o show dos ingleses Guana Batz também no Projeto S.P justamente por falta de grana e não poderia deixar isso acontecer novamente, de jeito nenhum...


E o ingresso não era nada barato, é claro. Minha sorte foi que meu pai curtia também Rock'n'Roll, entendeu minha situação, e deu uma baita força ajudando na compra - sou eternamente grato a ele por isso também ! - para a apresentação do sábado. E na hora que peguei o ingresso setor pista na mão o coração disparou !! Faltava poucos dias para o show acontecer e estaria lá para presenciar a parada.


Dia do show, 10 de março, sábado. Junto com mais dois amigos rockers seguimos para o show. De ônibus - saindo do bairro de Santo André onde morava na época - até a estação de trem e seguimos rumo a estação Barra Funda onde o Projeto S.P ficava próximo. Chegando lá o resto foi na caminhada mesmo. Eu estava usando no dia uma camiseta dos Guana Batz ( que tenho guardada até hoje ) e uma jaqueta de couro com um grande patche dos Meteors nas costas - feito sobre encomenda com o Hulk'a'Billy dos Kães Vadius - que na mesma época tinha uma loja de camisetas, patches, etc, bem legal em São Caetano.

Na frente do Projeto SP deu para sentir o clima esquentando ! Muitas pessoas reunidas, a maioria Rockers, alguns Psycho's, caras de várias bandas, ''artistas'' e pessoas que simplesmente curtiam Rock'n'Roll. Lembrando que era comum escutar Stray Cats nas rádios da época e os clips passando nos programas populares musicais de TV. E matérias circulando em revistas especializadas em músicas também. E isso aumentou a popularidade da banda por aqui assim como no mundo todo. Milhões de discos vendidos, clipes na MTV, shows com os Stones e muito mais tornaram a banda a mais popular do rockabilly moderno. Tanto que a TV Cultura - show quase na integra hoje em dia no youtube - transmitiu a apresentação na semana seguinte e em horário nobre num sábado a noite !!!

A casa estava completamente lotada poucos minutos antes dos Cats entrarem no palco. Disseram que tinha 5.000 pessoas no dia, não tenho certeza disso. Mas o lugar era realmente grande e estava completamente lotado ! A abertura do show foi estranhamente feita pelo Supla e melhor nem comentar... Uma pena as bandas locais de psycho/rockabilly não ter essa oportunidade, seria fantástico.

E quando finalmente os Stray Cats entraram no palco foi.... sensacional, perfeito !!! Um puta show e impecável em todos os sentidos ! O set list foi basicamente esse: "Rumble in Brighton", "Runaway Boys", "Rock This Town", "Let's Go Faster", "My One Desire", "Oh Boy", "Sexy And 17", "Too Hip Gotta Go", "Foggy Mountain", "Summertime Blues", "Stray Cat Strut'', "I Fought The Law", "Be Bop A Lula"... Brian Setzer, Lee Rocker e Slim Jim foram bem simpáticos e comunicativos com a galera o tempo todo. E bastante emocionados com a recepção calorosa dos rockers paulistanos que curtiram e dançaram o tempo todo.

A qualidade do som estava ótima. É comum hoje em dia ouvir pessoas dizendo que os Cats nessa época e na volta da banda mudaram a ''pegada'' do som, tocando mais devagar as músicas, ''suave''. Claro, se comparar com as apresentações do começo de carreira é possível notar isso, era tudo mais rápido e ''selvagem''. Mas acho que o tempo passa, os músicos ficaram muito mais técnicos, maduros e é normal a mudança de andamento nas canções, nos ritmos. Algo que faz parte e acrescenta também de certa forma. Enfim, um show muito especial, e que marcou para sempre todos os presentes e ainda muito vivo em minha memória !!!


Ps: Fim do show, hora de voltar para casa. Passamos a madrugada toda na estação de trem ( perdemos o último de volta para o ABC ) e ao chegar em casa de manhã - com um sorriso de satisfação estampado na cara - deitei na cama e nem consegui dormir direito, pela adrenalina toda provavelmente. Liguei o rádio para ajudar a relaxar, e adivinha? Começou a tocar "Runaway Boys" na rádio... Perfeito !

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Hank Willians 3: "Rebel Within" álbum.



Esse novo álbum do Hank 3 provavelmente é o melhor disco que saiu em 2010! Mantendo o alto nível de todos os anteriores, esse é outro álbum perfeito do neto de Hank Willians, sendo muito esperado/aguardado pelos fãs nos últimos anos !

Aqui a tradicional Country Music convive em harmonia com novos elementos e idéias trazidas por Hank 3 - seja nas ótimas letras de sempre - ou musicalmente mesmo, com um certo "peso" em algumas faixas como de costume, no melhor estilo "Hellbilly" personalizado pelo cantor! São ao todo 11 faixas, todas espetaculares! Hank dá uma nova roupagem ao velho estilo caipira, mais sem descaracterizar demais também, mantendo o pé na tradição com maestria.

Pensei em destaques, mas é muito difícil em um disco tão equilibrado! Mas sempre alguma música acaba se destacando um pouco mais que as outras, isso em qualquer álbum! Então "Rebel Within", "Drinkin' Ain't Hard To Do", "Moonshiner's Life", "Karmageddon", "Lost In Oklahoma", "Tore Up And Loud" e "Drinkin' Over Momma" são meus pontos altos do disco! E não desmerecendo as outras obviamente! Um disco para ouvir bem alto, tomando várias cervejas, ou algo mais forte se preferir!

Meteors e Paul Fenech news:



Paul Fenech lança novo álbum em novembro, pelo selo People Like You. O tíulo do disco é "International Super Bastard", com 17 faixas. E os Meteors tem um novo dvd previsto para 2011. "Pure Evil Live" vem com imagens raras de shows e outras surpresas para comemorar os 30 anos de carreira. Espero que imagens do ínício dos Meteors, principalmente da época Lewis/Fenech finalmente entrem em um dvd da banda. É uma fase fundamental e mais importante da carreira da banda,e parece que o Paul Fenech prefere ocultar. Enfim, é esperar para ver o que vem por aí!